quarta-feira, 25 de junho de 2008

Quantas vezes você já xingou alguém desnecessariamente!?!!??


Ontem estive com a Renata (Falzoni), fazendo uma matéria sobre a "Bicicletada Pelada" e ela me fez uma pergunta que mexeu comigo...fiquei a noite toda pensando nisso até sonhei comigo mesma repetindo frases e mais frases...e até agora as unicas coisas que me surgem na cabeça são mais perguntas

- "Pra você, como seria São Paulo só com bicicletas?"

"Um paraíso!" acho uma resposta muito óbvia! E com certeza não era isso que ela queria ouvir...sei que parece uma pergunta muito fácil de responder...mas tente responde-la, isso realmente ficou na minha cabeça...e me atormentou a noite toda!!!

Hoje quando esta indo ao trabalho pela manhã, comecei a reparar na loucura que é transitar por São Paulo, e na falta de compaixão de todas as pessoas...

Todos estamos completamente isolados...vivendo cada um em seu mundinho e alienados a todo o resto...as pessoas estão fechadas e cada dia que passa se fecham mais...

Quantas vez vc xingou uma pessoa desnecessariamente???

Seja por que alguem te deu uma fechada no trânsito, ou simplesmente por que aquele cara folgado que estava sentado em assento reservado em um ônibus, fingiu que estava dormindo só para não ceder seu lugar a um idoso...

Quantos "Bom dia" vc dá no trajeto casa x trabalho?

Não estou querendo dizer que São Paulo repleto de bicicletas seria o "reino da compaixão"... não é nada disso...afinal temos também os ciclistas que não sabem respeitar o trânsito e as pessoas...

Mas acredito, que uma massa unida (uma Massa Crítica) se apoiando e se respeitando com certeza conseguirá transformar São Paulo...

Lembro-me como se fosse ontem, a minha primeira bicicletada...

Nem tinha uma uma bicicleta... ganhei uma usada de um dos meu primos, toda de ferro, pessada, zoada...reformei e encarei...mal conseguia pedalar no plano!!! E na minha bicicletada de estréia me levaram para um trajeto de aproximadamente 30km...e com várias subidas...

Foi nesse momento que me apaixonei...quando eu vi aquele monte de pessoas que eu nem conhecia...me dando força...uns gritavam "força" "vai Aninha", outros me empurravam, me puxavam...

Vi nesse dia que existe um outro mundo...um mundo onde as pessoas se importam...seja com os outros ou com elas mesmas...essas pessoas realmente se importam

Se importam com a nossa vida, dos nossos filhos (que um dia ei de ter), mas se importam principalmente com a nossa cidade! Sim com a nossa cidade...

Não sei ainda consegui explicar o que seria para mim, São Paulo só com bicicletas...

Mas na minha cabeça só vem uma frase:

São Paulo seria uma cidade de RESPEITO!!!

Foto da Polly...Lóóógico!!!

4 comentários:

Mirella disse...

Bom..Ana vc me conhece devo xingar alguem indo trabalhar, indo para a faculdade ou voltando para casa umas trilhoes de vezes..mas pelo menos xingo para mim ..rsrsrs como se alguem escutasse... mas é verdade as pessoas estão cada vez mais egoistas e só pensam em passar por cima dos outros..Precisamos sim de mais compaixão uns com os outros..tenho certeza que São Paulo iria mudar...para melhor logico...para mim a bicicletada não é apenas um ato de concientização mas sim uma forma de carinho pela nossa cidade...Estou muito orgulhosa de você sempre irei te apoiar.. Saiba que te adoro muito mais muito mesmooooooooooooo.... bjossssssssssss

Letícia disse...

Oi Ana... Adorei o seu blog!!!! Concordo com você, o que falta nas pessoas, principalemten aqui em São Paulo onde o estress é ainda maior... é RESPEITO... as pessoas precisam aprender a se respeitar, a respeitar todas as pessoas (independente de cor, sexo, classe social...), respeitar a natureza, os animais, a VIDA!!!!
Bjão Ana!!!

Luis disse...

É Ana, também me identifiquei muito com o pessoal da bicicletada e tive a mesma sensação que vc teve: sensação de coletividade e o mais importante de tudo "ter uma causa" pela melhor mobilidade na cidade!!
Ahh vamos combinar a carona durante a semana!

Anônimo disse...

necessario verificar:)