segunda-feira, 21 de julho de 2008

Para mim...

Por um instante, nos isolamos, nos perdemos de nós mesmos, mostramos a todos que estão a nossa volta imagens, figuras e emoções que muitas vezes podem não ser reais.

E assim, nos fechamos em nosso mundo e esperamos...o que? Nem ao menos nós sabemos, a única coisa certa é que estamos esperando, um dia tudo vai realmente mudar.

Mudar o quê? Como? As vezes pode ser apenas um ponto de vista. As vezes uma vida toda

Até que os nomes vão ganhando rostos, as pessoas personalidades e as amizades fidelidade.

Nos últimos dias paro e penso como tudo pode ter acontecido, várias pessoas tem me perguntado um milhão de coisas e para a maior parte delas ainda não tenho resposta.

Como a Bicicleta e a Bicicletada tem influnciado a minha vida...como tem me aproximado de pessoas e ideais que antes eu imaginava não terem mais o devido valor...

2 comentários:

PEDALANTE disse...

Um turbilhão, não é mesmo1 (?)

Leio seus relatos, dia após dia, fico alegre e feliz, sempre me lembro em 2007, quando pedalamos juntos em sua 1ª bicicletada...ótimas lembranças ( sobe morro, desce morro na vila Madalena,) e ontem novamente na vila Madalena...foi uma boa recordação.

Aninha disse...

Querido professor!!

Muito bom ter vc lendo sempre os meus relatos...vc sabe o quanto para mim isso é importante!!!

bjs