sexta-feira, 4 de julho de 2008

"Pedalo e penso no ar que nossos filhos irão respirar"

Beto Neumann

Sabe aquela musica do Legião que diz:

"Todos os dias quando acordo, não tenho mais o tempo que passou...mas tenho muito tempo, temos todo tempo do mundo"


Acho que quem tirou essa foto foi o Felipe...me corrigam se eu estiver errada...
Quando enchi a cestinha da minha antiga bike de margaridas!!!

Então faz dois dias que eu não paro de pensar nela...você já visualizou quantos significados ela pode ter?! Tanto para bom como para ruim, aquela viagem que vc fez com os amigos quando era adolescente que de tão boa que foi você não para de imagir como seria bom faze-la de novo.

Ou então aquele seu super amigo que vc brigou por que não te passou uma cola na prova de memática no ginásio e depois disso vcs nunca mas se falaram, apesar de se adorarem.

É estranho né, não termos controle dos nosso tempo, fazer as coisas se arrepender e não mas poder voltar atrás para arrumar, ou simplismente não poder reviver algo que foi maravilhoso.

Já me arrependi de diversas coisas que fiz,meu primeiro beijo por exemplo...foi horrível rsss

Mas pior de todas, foi aprender a dar valor as pequenas coisas tarde de mais, apesar de achar que "tarde de mais" é relativo, pois como diz a música "tenho muito tempo...temos todo o tempo do mundo".

Quando digo pequenas coisas, quero na verdade dizer pequenos gestos, hoje eu tenho 30 anos, meu avô se estivesse vivo teria algo em torno de 86 anos, e ele nadou no Rio Pinheiros...sim aquele da Marginal Pinheiros!!! Agora reflita, se ele, meus pais e todos os outros das duas gerações passadas tivessem realizados pequenos gestos que mundo estariamos vivendo hj.

Não sei se consegui me expressar direito, mas é tipo assim, se quando meu avô fosse jovem ele e todos os outros de sua época, tivessem se preocupado com o que eles estariam deixando para o futuro, não estariamos hoje vivendo um mundo de tragédias ambientais.

Primos...calma tá, não to falando mal do vovô! Estou apenas o usando com exemplo, um exemplo de como foi o passado e de como continua sendo o presente, pois muitos ainda não se importam, não se preocupam, apenas se sensibilizam com as coisas que ocorrem dentro do seu universo, se esquecendo que o seu universo pode não ser o mesmo que seus filhos e netos irão viver ou mesmo adotar como prórios.

Eu pequenininha...meu avõ que tirou essa foto

Quando meu primo me escreveu aquela frase lá de cima...a do título...traduziu em poucas palavras tudo o que eu queria escrever aqui, mudei meus hábitos e atitudes não apenas pensando na minha qualidade de vida, mas também de todos os outros que nos cercam e os que ainda estão por vir.


Sei que parece pouco uma pessoa utilizando uma bicicleta em alguns poucos horários do dia, mas pense que, eu poderia ser mais um carro parado a sua frente, ou quebrado na Marginal, ou te dando uma "fechada".

Sei que parece pouco eu reciclar só o meu lixo, tentar parar de fumar, me alimentar melhor, te dar bom dia, ceder meu lugar, respeitar o próximo, mas é tudo o que eu posso fazer, dar o meu exemplo e tentar mostrar a vc o quanto ele é válido...não só pra você e sim para todos nós!!!

Eu e meu irmão...outra foto linda do meu avô!!!

2 comentários:

bobmacjack disse...

Sou um pouco egoísta: pedalo pra viver mais e melhor, e pro meu filho ter um exemplo de como viver mais e melhor de uma forma que o filho dele viva mais e melhor.

Vixe, desculpe, não consegui um jeito de falar mais e melhor :P

Luis disse...

Ei Ana, muito bonitinha a sua foto quando criança!!
Poste mais!!
bjo Luis