sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Desafio Intermodal...Eu Fui e Perdi! Eheeeee!

Como foi bom participar desse "Desafio Intermodal"!!!


Houve os que me chamaram de traíra... mas gente pensa bem, se eu não estivesse lá de carro como poderíamos provar que nós realmente somos uma verdadeira alternativa para transporte?!?!?

Juro que não fiz nenhuma marmelada que realizei meu percurso direitinho conforme o Trânsito permitia.

Foi irritante percorrer os 12,3Km em 1h51m, principalmente por que 8km eu fiz em 1h40m, isso mesmo!!! Realmente angustiante ver o farol da Berrini em um trajeto de 50m abrir e fechar 3 vezes e eu não conseguir sair do lugar.

Mas foi maravilhoso chegar a frente à prefeitura e ver todos os ciclistas e alguns outros modais lá todos me esperando. E o Márcio então que fez o trajeto todo em 36m que orgulho do meu Sapo!

Tudo aconteceu mais ou menos assim:

Saímos da Praça General Gentil Falcão (Av. Berrini altura do n° 1000) por volta das 18:22hs, o objetivo de todos, cada um com seu modal era chegar o mais rápido que o Código de Trânsito e o Trânsito de São Paulo permitissem em horário de pico na cidade.

Éramos 12 participantes:

1. Carro Particular – Eu
2. Moto – Soninha
3. Bicicleta (homem) por vias movimentadas – Willian
4. Bicicleta (mulher) por vias movimentadas – JuM
5. Bicicleta (homem) por vias tranqüilas – Marcio Campos
6. Bicicleta (mulher) por vias tranqüilas – Evelyn
7. Bicicleta dobrável integrando com o Metrô – Aylons
8. Bicicleta dobrável integrando com o Ônibus – Neto
9. Pedestre de Ônibus – Matias
10. Pedestre de Trem e Metrô – Toni
11. Pedestre Ônibus e Metrô – Bruno
12. Pedestre a pé – Ian

E eu muito orgulhosamente fui uma das últimas... o trânsito ontem estava particularmente um horror! Não sei se achei tão horroroso assim por ter acontecido alguma coisa ou por nunca trafegar de carro nesse horário e não saber que todo dia é assim mesmo.

É horrível olhar para os lados e ver um mar de carros todos ocupados em sua grande maioria por uma pessoa, e todas sem exceção completamente estressadas, assumo que comecei meu trajeto bem animadinha, mas quando os minutos foram passando e eu não conseguia sair do lugar, quando o pé começou a formigar e as costas doer, senti uma vontade enorme de largar o carro ali e prosseguir a pé.

O trânsito de São Paulo hoje, é uma verdadeira selva de pedras, ninguém se respeita, todos querem um superar o outro em um mundo enlatado completamente desnecessário.

O grau de agressividade chega a tal ponto que as pessoas se insultam desnecessariamente. Passei por uma situação engraçadíssima.

Estava com a Bike do Bruno presa no rack do carro, quando estava quase acessando a Juscelino Kubitschek um carro para ao lado e o motorista grita: "Tira essa bike do carro e vai pedalar! Não é um carro a menos, PORRA!!!" , desculpem o palavrão mas quis ser fiel na representação dos fatos. E o melhor... depois de uns 5 minutos parados eu e ele lado a lado sem nada a fazer, um dos seus caronas desce do carro irritadíssimo e segue a viagem a pé.

Sim lindo! A vingança veio em caminhada... mas gente isso era necessário?! Esse cara me conhece? Por que ele fez isso? Por que tanta gente assim como ele faz isso? Imagine só se eu fosse uma Maria Louca, bem assim tipo ele, e resolvesse aceitar a provocação? Saísse do carro e começasse a discutir. o que eu ganharia com isso?

bem espero de coração que esse desafio seja muito publicado na imprensa, de modo correto, lógico! E que mostre as pessoas assim como ele que São Paulo tem jeito sim, o que precisamos realmente é rever nossos conceitos e brigar por nossos direitos de termos alternativas dignas de transportes e não um aquário de lata.

A linha de Chegada:

1° Marcio Campos - 36 minutos (Ciclista ruas calmas)
2° JuM e Willian - 42 minutos (Ciclistas ruas movimentadas)
3° Evelyn - 49 minutos (Ciclista ruas calmas)
4° Neto - 59 minutos (Bike dobrável + ônibus)
5° Soninha - 1 hora e 04 minutos (Moto)
6° Toni - 1 hora e 41 minutos (Trem + Metrô)
7° Matias e Eu - 1 hora e 51 minutos (ônibus e carro)
8° Ian - 2 horas e 13 minutos (Pedestre)
9° Aylons - 2 horas e 21 minutos (Bike dobrável + Metrô)
10° Bruno - 2 horas e 40 minutos (Ônibus + Metrô)

Chantal, muuuuito obrigada pela companhia, apesar de não termos podido conversar direito foi maravilhoso!!!Horrível conversar com uma câmera na cara!!!

Mas Relatos, Fotos e Reportagens aqui:

CicloAtivando
CicloBR
Diário do Comércio
ESPN
Estado de São Paulo
Folha de São Paulo
Globo

7 comentários:

Pedalante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvio Tambara disse...

Ai Aninha, como vc é braço!! Conseguiu perder para as bicicletas uma corridinha boba desta. Tá precisando treinar!

Eduardo Marques Grigoletto disse...

Que cara maluco hein! Tá todo mundo doido no trânsito mesmo, nem liga!

Viva a Bike!!!

Parabéns!
edu

Anônimo disse...

Saiu no JT de hoje

Mig disse...

Oi Aninha,

Sempre tentando ver o lado positivo das coisas, o estressado que mandou você pedalar já assimilou que bike é "um carro a menos".

Obs: Adorei pedalar com o Márcio! Mas lendo seu relato fiquei com uma dúvida animal: ele é libélula ou sapo? hehehehe

Bjs,

Mig

Aninha disse...

Pois é Mig...coisas que só o mundo particular pode explicar, digamos que ele é libélula para vocês e sapo pra mim....hehehehehe ele vai me matar ao ler isso!!

Sei que saiu no JT mas o link é só para assinantes.

Bjs a todos que me escreve e que veêm sempre o lado bom das coisas!!!

Fourier disse...

Bela derrota!! hehehe

O cara da JK é um fanfarrão!

E uma coisa...sempre é assim...é que vc não pega esse trajeto..mas essa hora tudo para!!!

Todos tristes e presos!