terça-feira, 9 de setembro de 2008

Estou de castigo!!!

Em protesto a eu não poder pedalar por tempo indeterminado...tudo por culpa daquele tombo ridículo que eu levei durante a última bicicletada e que me estourou o joelho.

Resolvi "postar" um pequeno verso que me remeta a infância, algo que pra mim é assim...como andar de bicicleta, um encontro das almas da Aninha menina que ficou no passado e da Aninha mulher que não cansa de viver o presente sem nunca esquecer o passado.

" Batatinha quando nasce
Esparrama pelo chão
Menininha quando dorme
Põe a mão no coração"




To triste...muito triste...

5 comentários:

Fourier disse...

Uma pena vc ter que ficar de repouso!

Mas use esse tempo livre para descansar e voltar com força.

Bela peosia hehehehe

Bjs

Silvio Tambara disse...

Heheheheheehe, beber cair levantar, beber cair levantar, beber cair levantar......

Calma, tudo é passageiro.

Márcio disse...

Nada, é seu tempo de reflexão. Toda pausa nos desliga de um ciclo e serve de retomada de fôlego. Tempo para assentar momentos vividos, arrematar e concluir.
Se deixe levar pelos pensamentos do que têm sido esses dias de bicicletadas, ciclo-viagens, pedais noturnos, e tantos.

E claro, cuide da sua "casa", o teu corpo, esse é lugar onde de fato você mora.

f.ericsson disse...

Menina! Acabei de escrever sobre isso aqui em Portugal (tombos). Vai ser postado em breve. Divirta-se com o meu.
Melhoras!!

Pedalante disse...

Aninha,

Força e Guarra sempre. No domingo, 2 tb capotaram...

Que tal uma visita para animar a festa?

p.s. em novembro, Ubatuba.