segunda-feira, 27 de abril de 2009

Caraguá x Ubatuba: depois da Estrada da Petrobras

Cá entre nós os 45kms que ligam Caraguá a Ubatuba não são nada, mas depois de encarar a Estrada da Petrobras no dia anterior não vou negar que pensei 2 vezes antes de subir na bike.

Nosso dia começou assim, acordamos as 7hs, sem despertador nem nada, o que nos acordou mesmo foi o sol que entrava no quarto que só tinha janelas de vidro e cortinas bem fininhas.

Descemos +/- umas 8hs para tomar café, tomamos café e voltamos ao quarto para arrumar os alforges, nessa de arrrumar os alforges deitamos no colchão (que estava no chão pois no quarto só tinham beliches) e dormimos de novo, hehehe, dessa vez até as 11hs.

Ás 12:30hs saímos do hotel, ainda estavamos em dúvida de como iriamos para Ubatuba, na verdade acho que só não imitamos nossos amigos de estrada, Aragonez e Gatti que foram de "busão" na noite anterior por que o "tiozinho" da rodoviária começou a brigar comigo e eu perdi a paciência.

E adivinhem por que o tiozinho veio implicar comigo? Por causa da bike lógico!!! Que país mais "curto" esse...já me sinto praticamente uma ET fazendo praticamente tudo de bike e muitas vezes uma idiota por brigar pelo direito de usar a bicicleta.

É isso mesmo, na rodoviária de Caraguá não pode entrar com bicicleta...como?!?! E se eu for levar a bicicleta no busão? Só pode entrar com ela na hora que o ônibus encostar na plataforma e abrir o bagageiro.

Ou seja, cicloviajantes asssim como eu e o Marcio que além de nossas bicicletas tinhamos vários alforges presos a elas tinhamos que nos virar.

Um assistente da "Litorânea" viu minha revolta e veio conversar comigo, saiu do seu posto de trabalho e veio prestar assistência, afinal naquele momento eu estava sozinha, o Marcio tinha ficado pra trás conversando com um cara que estava encantado pelo fato de nós dois estarmos viajando de bike, mas já era tarde, eu já tinha perdido a paciência e se ficasse naquele lugar mais um minuto voava na cabeça do tiozinho.

Assim, por volta das 13hs saimos da rodoviária rumo a Ubatuba pedalando! Cá entre nós ainda bem nossa viagem realmente foi completa.

Mas antes de encarar a estrada e o sol paramos para tomar uma água de coco e que delícia de água de coco, e que vendedora simpática...uma delícia!

Partimos, o dia estava lindo típico de outono, céu azul, sol e um ventinho fresco que nos fazia esquecer que estavamos pedalando no pior horário do dia.
Fizemos o trajeto bem devagar curtindo cada km e namorando a cada parada.

Tomamos picolé de grosélia na praia de Massaguaçu.
Praia do Massaguaçu - Caraguatatuba

Na praia da Maranduba almoçamos no restaurante dos sonhos do André Pasqualine, R$9,90 á vontade com costela, nós obviamente dispensamos a costela.Divisa Caraguá - Ubatuba
Restaurante R$9,90/a vontade
Paramos na bica do Rio Escuro para encher as caramanholas e molhar a cabeça com água pura e cristalina.
Namoramos um pouquinho no mirante do Saco da Ribeira.
Saco da Ribeira

Encontramos mei irmão no morro da Enseada e o Aragonez e o Gatti em frente ao prédio do Aragonez na praia das Toninhas e depois de 3 horas de pedalada suave chegamos em casa.

A noite nos acabamos em uma cantina, hehehe,
os quatro novamente reunidos, comemos pacas, e cá entre nós todos estamos precisando e para fechar a noite nada melhor que um sorvete.

Na segunda feira curtimos a praia com o Siqueira que também estava em Ubatuba, nosso artista pintou o mundo.

Ecaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Mas foi ela que pediu esse desenho.





A noite começou a chover e a chuva continuou ainda na terça feira, viemos embora nesse dia no õnibus das 10hs, depois de 6 horas no busão, a chuva tirou os turistas da praia mais cedo.

Mais fotos:

Aninha Multiply I
Aninha Multiply II

8 comentários:

Aguinaldo Melo disse...

78 km da estrada da petrobras é pesado, mas super divertido. Pena que o dia em que eu fui choveu demais.
http://espnbrasil.terra.com.br/planetaexpn/post/26567_DE+SALESOPOLIS+A+CARAGUATATUBASP+DE+BICICLETA

Aninha disse...

Nossa Aguinaldo nem imagino essa estrada no meio de uma tempestade, vc disse muito bem é pesado mas vale realmente a pena.

Bruna Tri disse...

Essa parte da viagem foi bem mais gostosinha.
Como é que pode não poder entrar com a bike na rodoviária? Cada uma...

Raul disse...

show de bola... ainda bem que o cara não deixou vocês irem de ônibus... ele devia ser ciclista também hahahaha.

Abração

julio.nobrega disse...

Olha fiz uma parte do passeio da estrada da petrobras com o pessoal da sunny bikes,é mto bom o passeio,vale todo esforço! Sobre a Rodoviaria, como pode isso? Caraguatatuba milhares de Bikes? Ciclovias etc. Interesse a Secretaria de Turismo tomar conhecimentos! Parabéns pela motivação de vcs!Sempre que posso estou em Caragua e Ubatuba conhecendo bons lugares de bike!

Anônimo disse...

Só me faz sentido sentimento quando tem verdade.

Amei essa viagem, amei essa pessoa. Não se esquece, não se arranca alguém assim do coração quando houve tanta verdade. A dor é toda minha.

Meus erros, todos, sempre saberei deles, hoje pago por eles. Isso alivia meu espírito um pouco. Meu bálsamo agora é só o tempo.

Ei, coração meu, te aquieta no meu peito, sossega agora...

Anônimo disse...

Olá Aninha, tudo bem/
Estou pensando em uma viagem de Mogi das Cruzes até Angra dos Reis. Penso em descer a Serra pela estrada da Petrobrás.
Essa estrada da Petrobrás é muito pesada mesmo?
Abraço.
Washington

Anônimo disse...

Olá Aninha, tudo bem/
Estou pensando em uma viagem de Mogi das Cruzes até Angra dos Reis. Penso em descer a Serra pela estrada da Petrobrás.
Essa estrada da Petrobrás é muito pesada mesmo?
Abraço.
Washington